São Paulo
Pontos: 240,411
Nível 37.9
Última atividade:
Selos e prêmios
Comentários: 5646
Reputação: 75,971
Insígnia atual conquistada

Imperador
Outras insígnias conquistadas
Especialista em navegação de Internet Mestre dos mares Águia 1 - Dominador do ar Mestre dos caminhos Falcão 1 - Mestre do fogo e do ar Mago - Senhor dos elementos General Príncipe monarca Rei
Sobre mim
Jornalista, entusiasta da informática, articulista de TI e autor de diversos livros e matérias publicadas em revistas de várias editoras (Escala, Magister, Nomade, Online, Reader's Digest, Saber, etc.), das quais se destacam as Coleções Guia Fácil Informá
Recados e mensagens
Fernando Melis
publicidade
Fernandocomentou no post da comunidade
Espera passar o Carnaval. Acho que março trará algumas novidades interessantes.
Esse dois estão mais soltos do que arroz parboilizado. Até quando nós vamos ter que aguentar isso?
Fernandocomentou em um link
Compartilhado
MarceloDulce compartilharam!
Conclusão do discurso da anta vermelha:
Aproveito para esclarecer que os cidadãos atendidos pelas concessionárias que não aderiram ao nosso esforço terão, ainda assim, sua conta de luz reduzida, como todos os brasileiros. Espero que, em breve, até mesmo aqueles que foram contrários à redução da tarifa venham a concordar com o que eu estou dizendo.
Aliás, neste novo Brasil, aqueles que são sempre do contra estão ficando para trás, pois nosso país avança sem retrocessos, em meio a um mundo cheio de dificuldades. Hoje, podemos ver como erraram feio, no passado, os que não acreditavam que era possível crescer e distribuir renda. Os que pensavam ser impossível que dezenas de milhões de pessoas saíssem da miséria. Os que não acreditavam que o Brasil virasse um país de classe média. Estamos vendo como erraram os que diziam, meses atrás, que não iríamos conseguir baixar os juros nem o custo da energia, e que tentavam amedrontar nosso povo, entre outras coisas, com a queda do emprego e a perda do poder de compra do salário. Os juros caíram como nunca, o emprego aumentou, os brasileiros estão podendo e sabendo consumir e poupar. Não faltou comida na mesa, nem trabalho. E nos últimos dois anos, mais 19 milhões e 500 mil pessoas, brasileiros e brasileiras, saíram da extrema pobreza.
O Brasil está cada vez maior e imune a ser atingido por previsões alarmistas. Nos últimos anos, o time vencedor tem sido o dos que têm fé e apostam no Brasil. Por termos vencido o pessimismo e os pessimistas, estamos vivendo um dos melhores momentos da nossa história. E a maioria dos brasileiros sente e expressa esse sentimento. Vamos viver um tempo ainda melhor, quando todos os brasileiros, sem exceção, trabalharem para unir e construir. Jamais para desunir ou destruir. Porque somente construiremos um Brasil com a grandeza dos nossos sonhos quando colocarmos a nossa fé no Brasil acima dos nossos interesses políticos ou pessoais.
Muito obrigada e boa noite.
Fernandocomentou em um link
Compartilhado
Dulce compartilhou!
Em 23 de Janeiro de 2013:
Queridas brasileiras e queridos brasileiros,

Acabo de assinar o ato que coloca em vigor, a partir de amanhã, uma forte redução na conta de luz de todos os brasileiros. Além de estarmos antecipando a entrada em vigor das novas tarifas, estamos dando um índice de redução maior do que o previsto e já anunciado. A partir de agora, a conta de luz das famílias brasileiras vai ficar 18% mais barata.

É a primeira vez que isso ocorre no Brasil, mas não é a primeira vez que o nosso governo toma medidas para baixar o custo, ampliar o investimento, aumentar o emprego e garantir mais crescimento para o país e bem-estar para os brasileiros. Temos baixado juros, reduzido impostos, facilitado o crédito e aberto, como nunca, as portas da casa própria para os pobres e para a classe média. Ao mesmo tempo, estamos ampliando o investimento na infraestrutura, na educação e na saúde e nos aproximando do dia em que a miséria estará superada no nosso Brasil.

No caso da energia elétrica, as perspectivas são as melhores possíveis. Com essa redução de tarifa, o Brasil, que já é uma potência energética, passa a viver uma situação ainda mais especial no setor elétrico. Somos agora um dos poucos países que está, ao mesmo tempo, baixando o custo da energia e aumentando sua produção elétrica. Explico com números: como acabei de dizer, a conta de luz, neste ano de 2013, vai baixar 18% para o consumidor doméstico e até 32% para a indústria, a agricultura, o comércio e serviços. Ao mesmo tempo, com a entrada em operação de novas usinas e linhas de transmissão, vamos aumentar em mais de 7% nossa produção de energia, e ela irá crescer ainda mais nos próximos anos.

Continua no próximo comentário.
Fernandopublicou no caderno da comunidade
Compartilhado
MarceloR.DulceLaísVinicius e mais 2 compartilharam!
Fernandocomentou no post da comunidade
Eu já nem chamo. Quero distância dessa raça... (risos). Como bem pontuou o Rodrigo Constantino, é preciso enterrar a esquerda brasileira e cobrir a cova com uma carreta de cal. Sem isso, a política tupiniquim continuará sendo a merda que é.
Eu chamo de Partido dos Trouxas.
Fernandocomentou em um link
Verdade verdadeiríssima. Mas, olha, eu estava lendo um artigo muito interessante sobre essa questão. Aliás, devo explorá-lo numa postagem, talvez amanhã ou durante o Carnaval. Ainda preciso pesquisar um pouco mais e conferir algumas informações, mas posso lhe adiantar o seguinte:

O NY TIMES e o WASHINGTON POST publicaram fotos aéreas comparando a posse de Trump com a de Obama. A do ex-presidente teve 70% a mais de público (aliás, só um cego não veria isso nas imagens, que, infelizmente, eu não tenho como reproduzir aqui). Trump disse que aquilo não passava de manipulação e chamou os jornalistas de mentirosos.

No dia seguinte à posse, o YouGov (instituto de pesquisas) exibiu as fotos para 1.388 americanos e perguntou a cada um deles qual posse era de quem. Entre os eleitores de Trump, 41% deram a resposta errada. Então, numa segunda rodada, os pesquisadores mudaram a pergunta para "em qual das duas fotos tem mais gente"? E, acredite você se quiser, 15% dos eleitores de Trump insistiram que havia mais pessoas na imagem vazia. Ou seja, com as duas fotos nas mãos, elas negavam aquilo que seus olhos estava vendo, talvez por terem sido condicionadas a acreditar numa mentira e defendê-la com unhas e dentes.

Qualquer semelhança com a patuleia tupiniquim NÃO É MERA COINCIDÊNCIA. Mas isso fica para a postagem propriamente dita. Só achei de lhe adiantar o tema porque a gente vem discutindo essa alienação da petralhada há algum tempo.

Abraços, bom calor (pelo menos aqui, que o sol já promete) e até mais ler, meu amigo.
O problema é que nós temos um povo ignorante e alienado, que defende pessoas inescrupulosas, como Lula e Dilma e ainda replicam por aí fake news para "endossar" o seu ponto de vista.
Como diz o jornalista gaúcho Rogério Mendelski, não pode dar certo.
Fernandopublicou no caderno da comunidade
Compartilhado
Fernandopublicou no caderno da comunidade
Compartilhado
MarceloDulceDENNISLUPITAMarcus e mais 3 compartilharam!
Fernandocompartilhou um link
Compartilhado
MarceloDulceLaísViniciusDENNIS e mais 3 compartilharam!
publicidade
Fernandopublicou no caderno da comunidade
Compartilhado
MarceloR.DulceLaísVinicius e mais 2 compartilharam!
Fernandocomentou em um link
É, eu fiz questão de reproduzir a íntegra do pronunciamento que serviu à fiduma como plataforma para sua reeleição (um dos ingredientes do monumental estelionato eleitoral que a anta vermelha aplicou em 2014). Leia com atenção e veja com que cara de pau ela disse que tudo ia às mil maravilhas. E deu no que deu, como seria de se esperar.
Essa mulher passa maconha no pão no café da manhã.
Fernandocomentou em um link
Compartilhado
MarceloDulce compartilharam!
Continuação do comentário anterior:
Minhas amigas e meus amigos,
O Brasil vive uma situação segura na área de energia desde que corrigiu, em 2004, as grandes distorções que havia no setor elétrico e voltou a investir fortemente na geração e na transmissão de energia. Nosso sistema é hoje um dos mais seguros do mundo porque, entre outras coisas, temos fontes diversas de produção de energia, o que não ocorre, aliás, na maioria dos países.
Temos usinas hidrelétricas, nucleares, térmicas e eólicas, e nosso parque térmico, que utiliza gás, diesel, carvão e biomassa foi concebido com a capacidade de compensar os períodos de nível baixo de água nos reservatórios das hidrelétricas. Praticamente todos os anos as térmicas são acionadas, com menor ou maior exigência, e garantem, com tranquilidade, o suprimento. Isso é usual, normal, seguro e correto. Não há maiores riscos ou inquietações.
Surpreende que, desde o mês passado, algumas pessoas, por precipitação, desinformação ou algum outro motivo, tenham feito previsões sem fundamento, quando os níveis dos reservatórios baixaram e as térmicas foram normalmente acionadas. Como era de se esperar, essas previsões fracassaram. O Brasil não deixou de produzir um único kilowatt que precisava, e agora, com a volta das chuvas, as térmicas voltarão a ser menos exigidas.
Cometeram o mesmo erro de previsão os que diziam, primeiro, que o governo não conseguiria baixar a conta de luz. Depois, passaram a dizer que a redução iria tardar. Por último, que ela seria menor do que o índice que havíamos anunciado.
Hoje, além de garantir a redução, estamos ampliando seu alcance e antecipando sua vigência. Isso significa menos despesas para cada um de vocês e para toda a economia do país. Vamos reduzir os custos do setor produtivo, e isso significa mais investimento, mais produção e mais emprego. Todos, sem exceção, vão sair ganhando.
Termina no próximo...
Luciocompartilhou um link
Compartilhado
R.FernandoViniciusLucio compartilharam!
Fernandopublicou no caderno da comunidade
Compartilhado
MarceloR.DulceLaísVinicius e mais 2 compartilharam!
Fernandocomentou em um link
É curioso como tem havido problemas com aviões. Em Congonhas, entre ontem e anteontem foram dois.
Outra coisa que me chamou a atenção: descarrilamentos de trens do Metrô. Desde os anos 70, quando inauguraram a primeira linha aqui em Sampa, acho que eu ouvi meia dúzia de notícias sobre esse tipo de incidente. Nos últimos dias, acho que de quarta até hoje, houve nada menos que 3 descarrilamentos.
Que porra está acontecendo com este mundo?
Estou louco para saber quando é que o Lula irá viajar de avião. Acho que é a chance da gente resolver esse problema.
Fernandopublicou no caderno da comunidade
Compartilhado
Fernandopublicou no caderno da comunidade
Compartilhado
DENNISLUPITAMarcusLucioDulce e mais 2 compartilharam!
Fernandopublicou no caderno da comunidade
Compartilhado
Fernandocompartilhou um link
Compartilhado
MarceloDulceLaísViniciusDENNIS e mais 3 compartilharam!

Mais atualizações

1 2 3 4 Próxima »
Aplicativos instalados