Comunidades, fotos, notícias,
vídeos e muito mais
Buscar
Mais Mais »
Atualizações de status
Meus Poemas-72
A INVEJA.

A inveja é como um comboio parado,
Num velho tosco e sombrio apeadeiro,
Barco rombo que não vai a nenhum lado,
Que encalhou numa noite de nevoeiro.

Um caminho que leva à morte,
Deixa passar a vida e suas estações,
Uma cela com parede bem forte,
Um verme que destrói os corações.

Inveja é como casa velha sem janela,
Ser amarrado com correntes sem vida,
Comida apodrecida em abandonada cela,
É morada vazia pelo vento destruída.
Por: António Jesus Batalha.
https://antoniojabatalha.wordpress.com/2017/04/20/meus-poemas-72/
Aplicativos instalados