Comunidades, fotos, notícias,
vídeos e muito mais
Buscar
Mais Mais »
Atualizações de status
A Procuradora-Geral da Banânia, Raquel Dodge, enviou ao STF manifestação em que defende desmembrar as investigações sobre Geddel Vieira Lima no caso do “bunker” dos R$ 51 milhões.

Se o ministro Edson Fachin seguir a linha da procuradora, a apuração sobre o ex-ministro de Lula e Temer retornará à primeira instância – a de Lúcio Vieira Lima, deputado e irmão de Geddel deve ficar no Supremo, por conta do famigerado foro privilegiado que urge ser extirpado como o câncer que é.

Geddel, preso há pouco mais de um mês, está na Papuda. O MPF espera a decisão sobre o desmembramento para oferecer denúncia contra o ex-ministro e o advogado Gustavo Ferraz, preso no mesmo dia. Se isso se concretizar, é bem provável que o porquinho abra o bico. Ou a boca. E bom seria se o fizesse antes da Câmara dos Mercenários avalizar o relatório da CCJ, leia-se do macróbio Bonifácio, que moveu mundos e fundos para canonizar Michel Temer (nada muito diferente do que aconteceu por ocasião da primeira denúncia, naturalmente; a questão não é se Temer vai conseguir barrar a denúncia, é quando isso vai os custar),

Por um lado, trocar Temer por Rodrigo a esta altura do jogo seria altamente improdutivo. Por outro, é revoltante a gente assistir a essas monumentais maracutaias e ainda bancar o michê das marafonas parlamentares com o suado dinheiro dos nossos impostos para manter na presidência um corrupto de carteirinha, pelo menos na avaliação dos procuradores do MPF. No entanto, sendo sua gestão o terceiro tempo do governo dos petralhas Dilma e Lula, não surpreende que o peemedebista aja como vem agindo. Por absurdo que pareça, tem horas que a gente até concorda com o tal general Mourão.

E viva o povo brasileiro.
Aplicativos instalados